Loading ...
Sorry, an error occurred while loading the content.

[RN] MULHER TENTA MORDER PAPA EM PROTESTO

Expand Messages
  • Daniel Sottomaior
    COISAS DA SUÍÇA, 30-12-2008 MULHER TENTOU MORDER PESCOÇO DO PAPA Após a Missa do Galo, na Catedral de São Pedro, uma italiana que vive na Suíça tentou
    Message 1 of 1 , Jan 1, 2009
    • 0 Attachment
      COISAS DA SUÍÇA, 30-12-2008

      MULHER TENTOU MORDER PESCOÇO DO PAPA

      Após a Missa do Galo, na Catedral de São Pedro, uma italiana que vive
      na Suíça tentou morder o papa no pescoço, em protesto contra as
      declarações de Bento 16 sobre os homossexuais. É o que revelou o
      coordenador de mídia da Guarda Suíça do Vaticano, Erwin Niederberger,
      nesta segunda-feira, ao jornal suíço 20min.ch.

      Ao final da missa de Natal (24/12), quando o papa já se dirigia à
      saída da catedral, uma pessoa encapuzada que tentou se aproximar dele
      foi dominada pelos seguranças. No dia seguinte, o porta-voz do
      Vaticano, Federico Lombardi, disse que o homem provavelmente quis
      saudar o papa. Em todo o caso, ele não estava armado.

      Nesta segunda-feira (29/12), o coordenador de mídia da Guarda Suíça do
      Vaticano, Erwin Niederberger, deu uma outra versão do incidente. Ele
      revelou que o ataque foi de uma italiana com problemas psicológicos,
      residente na Suíça. "A mulher quis morder o papa no pescoço", disse
      Niederberger ao jornal 20min.ch. Com isso, ela pretendia protestar
      contra as declarações, na sua opinião, injustas do papa sobre os
      homossexuais (na véspera do Natal, o papa havia dito que o
      homossexualismo "destrói a obra de Deus"). A "mordedora" encontra-se
      detida e ainda não se sabe se retornará à Suíça. "Isso quem decide é a
      polícia italiana", disse Niederberger. Confira a tentativa de ataque
      no vídeo abaixo. [i]

      http://coisasdasuica.swissinfo.ch/?p=947

      =====================================================

      O papa e os homossexuais

      O discurso do papa contra o homossexualismo é água no moinho dos
      fundamentalistas cristãos que querem impedir a realização do Festival
      Europeu de Homossexuais, marcado para junho do ano que vem, em
      Zurique. Bento 16 comparou nesta segunda-feira a proteção às florestas
      ao combate ao homossexualismo, causando a indignação de organizações
      homossexuais em toda a Europa. O papa disse que a Santa Sé é contra a
      discriminação dos gays, mas se opõe à equiparação de casais
      homossexuais com outros. O trecho polêmico do discurso foi o seguinte:

      "O que muitas vezes é expresso e compreendido pelo termo gênero se
      resume, na verdade, em última instância, na autoemancipação do homem
      da criação e do criador. O Homem quer estar sozinho e fazer sozinho e
      exclusivamente o que lhe diga respeito, mas viver dessa forma é contra
      a verdade, é contra o espírito do Criador. As florestas tropicais
      merecem, sim, a nossa proteção, mas não menos digno é o homem como uma
      criatura, que está escrevendo uma mensagem que não significa
      contradição com nossa liberdade, mas sua condição", disse o Papa. Ele
      afirmou que os comportamentos que vão além das relações heterossexuais
      são "a destruição da obra de Deus". Há um mês, o Vaticano anunciou que
      quer impedir o acesso de homossexuais ao sacerdócio.

      O grupo conservador cristão "Familienlobby" reza para que a chuva
      acabe com o festival EuroPride-09, em Zurique. O papa já mandou uma
      trovoada.

      http://coisasdasuica.swissinfo.ch/?p=884
    Your message has been successfully submitted and would be delivered to recipients shortly.