Loading ...
Sorry, an error occurred while loading the content.

A Rota cabo-verdiana da Escravatura

Expand Messages
  • souindoula simao
    ROTA CABO-VERDIANA DA ESCRAVATURA SIMAO SOUINDOULA NA CIDADE VELHA Aquele historiador angolano, Vice-Presidente do Comité Cientifico Internacional do Projeto
    Message 1 of 2 , Jan 23, 2013
    • 0 Attachment

      ROTA CABO-VERDIANA DA ESCRAVATURA

      SIMAO SOUINDOULA NA CIDADE VELHA

      Aquele historiador angolano, Vice-Presidente do Comité Cientifico Internacional do Projeto da UNESCO “A Rota do Escravo” deixa Luanda, esta quinta-feira, dia 24 de Janeiro, para a cidade de Praia, onde participara, nas Festas de Nhu Santu Nomi di Jesus, organizada pela Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago em colaboração com a Curadoria da Cidade Velha, declarada, em Junho de 2009, pelo este organismo especializado das Nações Unidas, Património Mundial.

       

      Consta no programa de atividades de Souindoula, o patrocínio da tomada de posse do Comissão Nacional cabo-verdiana do referido projeto onusiano, e a pronúncia de uma conferência sobre a temática da abolição da escravidão no espaço do Atlântico.

      Nesta palestra, ele analisara as causas económicas, sociais, políticas e religiosas que favoreceram a interdição desta forma, inaceitável, de exploração de seres humanos.

      Realçara, em contra -exame, as razões que presidiram no refreio do movimento abolicionista, e que permitiu a continuação de uma trata negreira, clandestina, em plena segunda metade do seculo XIX.

      O americanista angolano terá sessões de trabalho com o Professor Moussa Ali Iye, Diretor, na sede da UNESCO, do Projeto da “Rota”, a fim de fazer o ponto da situação da preparação, científica e técnica, da Conferencia Internacional sobre a Descendência Escrava, subordinada ao tema “"Memoria reconciliadora, Concordia Humana", encontro que albergara a capital angolana, de 25 a 27 de Marco próximo, no quadro da comemoração do 25 Marco, Dia Internacional das Vitimas da Escravatura e  do Trafico Transatlântico.

      Recordar-se-á que as ilhas de Cabo-Verde registaram um povoamento humano ligado, essencialmente, ao seu papel de zonas de trânsito das carreiras alem-Atlântico, vindas do continente, para o essencial, de Cacheu ou Goree.

      A inscrição da Cidade Velha foi a primeira inserção de um sítio cabo-verdiano na Lista do Património da Humanidade.


      --- En date de : Mar 22.1.13, João Olinto Trindade Junior <joaotjr@...> a écrit :


      De: João Olinto Trindade Junior <joaotjr@...>
      Objet: [Lista do C. Est. Multiculturais] DEMOCRACIA RACIAL: UMA FABULA A SERVICO DE QUEM? [1 Attachment]
      À:
      Date: Mardi 22 janvier 2013, 0h24

       
    Your message has been successfully submitted and would be delivered to recipients shortly.