Loading ...
Sorry, an error occurred while loading the content.

beber um café

Expand Messages
  • Centro de Estudos Multiculturais
    Revolta de imigrantes ilegais em Lampedusa LUÍS NAVES Itália. Clandestinos contestam expulsões mais fáceis Silvio Berlusconi desvaloriza problema de
    Message 1 of 2 , Jan 31, 2009
    • 0 Attachment
      Revolta de "imigrantes ilegais" em Lampedusa

      LUÍS NAVES
      Itália. Clandestinos contestam expulsões mais fáceis

      Silvio Berlusconi desvaloriza problema de condições de retenção

      Centenas de imigrantes clandestinos saíram ontem do centro de retenção
      de Lampedusa, no sul de Itália, e protestaram durante algumas horas
      contra as condições de detenção e a aceleração das expulsões decidida
      pelo governo de Silvio Berlusconi. O centro é fechado, foi concebido
      para 850 detidos e tem neste momento 1300 pessoas, sobretudo
      africanos. A imprensa italiana tem denunciado as más condições do
      local.

      Após a pequena revolta, que decorreu sem incidentes, os imigrantes
      voltaram para o centro de retenção. O primeiro-ministro italiano
      desvalorizou o caso: Lampedusa "não é um campo de concentração" e os
      imigrantes podem sair "para beber uma cerveja", disse Berlusconi.

      As organizações que trabalham no local contestaram de imediato estas
      declarações, lembrando que existe uma cerca, que o local é guardado
      pelas autoridades e que ninguém sai, nem para "beber um café", segundo
      disse um responsável italiano da organização Médicos Sem Fronteiras.

      O protesto envolveu pelo menos 700 imigrantes (número adiantado pelo
      presidente da câmara de Lampedusa) e teve apoio de muitos dos 6 mil
      habitantes da ilha, que aplaudiram o desfile. A população tem
      contestado a criação de um centro mais moderno, temendo uma onda de
      imigração clandestina. Alguns órgãos de comunicação italianos
      afirmavam que a quase totalidade dos 1300 imigrantes no centro de
      retenção participaram no protesto.

      Lampedusa está na linha da frente do problema da imigração clandestina
      no Mediterrâneo. O governo coloca ali muitos dos imigrantes ilegais
      que chegam do norte de África, sobretudo a partir da Líbia, e que são
      detectados no mar. Foram entretanto concluídas as obras do novo Centro
      de Identificação e Expulsão (CIE), cujas operações começaram na
      sexta-feira.

      A revolta de ontem foi desencadeada pela transferência para outras
      zonas de Itália de 300 imigrantes e pela abertura do novo centro, que
      permite acelerar os procedimentos de expulsão. Desde o início do ano,
      foram expulsos 150 imigrantes.
    • souindoula simao
      Em 22 e 23 de Janeiro, decorreu, na Escola Nacional de Administração (ENAD), em Luanda, ANGOLA, o Simpósio Internacional de Cultura, Estética e História
      Message 2 of 2 , Feb 6, 2009
      • 0 Attachment
        Em 22 e 23 de Janeiro, decorreu, na Escola Nacional de Administra��o (ENAD), em
        Luanda, ANGOLA, o Simp�sio Internacional de Cultura, Est�tica e Hist�ria da Arte em
        Angola e �frica. Al�m de confer�ncias e sess�es de lan�amento de livros
        autografados, houve lugar para diversos pain�is, agrupados segundo as seguintes
        mesas-redondas: Cultura, arte e cria��o art�stica na Est�tica Angolana: Quest�es
        hist�ricas, filos�ficas e antropol�gicas (reflex�es) (Dr. Sim�o Souindoula,
        Prof. Carm�n L�cia, Prof. Carlos Serrano e Dr. Jean-Luc Aka-Evy, com o Prof.
        Miguel Manuel como moderador); Correntes, id�ias, pressupostos e desafios da
        sistematiza��o da Arte em Angola e em �frica (reflex�es) (Dr. Concei��o
        Crist�v�o, Dr. Adepo Yapo, Prof. Jo�o Pinto, Prof. Samuel Nja Kwa, Thomsas
        Mulcaire e Dr. Jorge Gumbe, com o Prof. Zakeu Zengo como moderador); Etonismo:
        Uma proposta filos�fica e metodol�gica de Arte em Angola e �frica (an�lise)
        (Prof. Fernando Mour�o, Prof. Patr�cio Batsikama, Artista Etona, Prof. Jos� Luis
        Ferreira e Prof. Samba Diakit�, com o P.e Bonif�cio Chimboto como
        moderador).Simao SOUINDOULA

        in "Boletim Africanista" , Ano X, no 2 , fevereiro de 2009,
        http://www.africanos.eu
      Your message has been successfully submitted and would be delivered to recipients shortly.