Loading ...
Sorry, an error occurred while loading the content.

1603Fw: pedido de divulgação 5º colóquio anual da lu sofonia debate a língua na Galiza

Expand Messages
  • drchryschrystello@gmail.com
    Sep 5, 2006
    • 0 Attachment
      pedido de divulgação 5º colóquio anual da lusofonia debate a língua na
      Galiza e colocação na página da CMB.





      Bragança, capital dos Colóquios Anuais da Lusofonia, acolhe a 5ª edição, de
      2 a 4 de Outubro 2006 no anfiteatro do Centro Cultural Municipal na Praça
      da Sé, com o habitual apoio da Câmara Municipal de Bragança.



      para informação e pedido de divulgação sobre o 5º colóquio anual da
      lusofonia


      Objectivos:
      Tema 1:

      Como a sociolinguística tem mostrado nas últimas décadas as línguas não
      mudam em bloco. Uma língua, um dialecto, mesmo um idiolecto não são
      homogéneos, mas comportam variedades internas que são parte integrante do
      sistema. Se o objecto da linguística histórica é a mudança linguística, o
      objecto da história da língua é uma língua em particular, na sua existência
      definida temporal e espacialmente.



      Conhecer a situação na Galiza desde as origens, e a sua evolução. Conhecer
      as principais linhas de rumo da literatura galega no período pós-Franco, em
      defesa da cultura, dos valores solidários e dos direitos históricos da
      Galiza.

      Permitir o debate aberto sobre a língua na Galiza; tanto sobre a sua forma
      gráfica, como sobre o conceito de língua (língua isolada ou parte activa do
      tronco galaico-português), e a sua difícil situação actual. O conflito entre
      reintegracionistas, normativos e os outros: um genocídio da língua?

      Compreender o papel histórico desempenhado pelos intelectuais e políticos
      galegos. Extrair conclusões sobre os conflitos e respectivos desenlaces da
      História.



      A situação do galego é paradoxal. Se atendermos a critérios linguísticos, é
      uma das formas do português e, neste sentido, é uma língua nacional -uma
      forma especial, pois foi na antiga Gallaecia que nasceu a língua de Camões.
      Mas conforme ao uso maioritário da população, quer no atinente à
      ortographia, a formalização da língua ou corpus, quer atendendo ao estatuto
      social ou status, em relação ao castelhano, a situação do galego mais se
      assemelha a um patuá (patois), apesar dos avanços observados nas últimas
      décadas.



      No V Colóquio irão debater-se os modelos de normalização linguística na
      Galiza e a situação presente, onde o genocídio linguístico atingiu uma forma
      nova e subtil, já não através da perseguição aberta e pública do galego,
      como em décadas passadas, mas pela promoção social, escolar e política de
      uma forma oral e escrita deturpada, castelhanizada, a par de uma política de
      exclusão dos dissidentes lusófonos. Uma Galiza que luta pela sua
      sobrevivência linguística, numa altura em que a UNESCO advertiu do risco de
      castelhanização total

      nas próximas décadas. Delinear linhas de acção para a propagação e
      preservação da Língua Portuguesa na Galiza



      Tema 2:

      A explosão das novas tecnologias permitiu criar preciosos instrumentos de
      apoio à tradução. Graças a eles, o tradutor torna-se cada vez mais eficaz,
      melhorando o seu trabalho simultaneamente em qualidade e rapidez.

      As tarefas de coordenação ou o trabalho em equipa que caracterizam a
      profissão de tradutor são igualmente simplificados mediante a colocação em
      rede de competências.

      Surgiram vários cursos superiores de Tradução mas o mercado aparenta
      saturação, e a maioria desses cursos parece desajustada à realidade
      profissional.

      Quem apresenta soluções e propostas de intervenção?








      Tema 1. Galiza


      1) Alexandre Banhos
      A língua da Galiza no quadro jurídico estatutário e as suas
      perspectivas num novo estatuto autonómico

      2) Ângelo Cristóvão
      A lusofonia galega: processos e modelos desde 1980

      3) António Bento
      A língua galega: perspectiva histórica e contributo apara a sua
      compreensão

      4) António Gil Hernández
      Aos 100 anos da Real Academia Gallega de la Coruna Mais uma análise de
      discurso

      5) Carlos Figueiras
      A promoção da língua portuguesa no sistema educativo da Comunidade
      Autónoma Galega. Uma política linguística de fronteira.

      6) Ernesto Vasquez Souza
      Uma fase na longa tradição de reintegração: Galiza, 1916-1936.

      7) Gerardo Uz (Minho M.)
      Fazer jornalismo em português na Galiza

      8) Héctor Campo (Plat)
      Caminhos para a reintegraçom: os média portugueses na Galiza."

      9) Isaac Alonso Estraviz
      O dicionário electrónico Estraviz

      10) José Luís Do Pico O.
      Introdução à historiografia do folclore galego-português

      11) Lino Moreira
      Integração linguística e desenvolvimento dos povos: o caso das
      interacções do galego com o português

      12) Luís Fontenla Figueroa
      Vantagens e desvantagens de cada norma ortográfica em uso na Galiza

      13) Maria Vilarinho
      Visão e revisão de Rosalía de Castro na historiografia literária

      14) Marisa Moredo Leirado
      Os marcadores conversacionais como marca de cortesia no Galego actual

      15) Martº Montero Santalha
      Um novo repto: a Academia Galega da Língua Portuguesa

      16) Rudesindo Soutelo
      O Corpus Musicum Gallaeciae

      17) Teresa Carro
      A actividade do Movimento Defesa da Língua e as suas propostas para a
      promoção da língua e cultura galego-portuguesas

      18) Xavier Vilhar Trilho
      A recíproca conveniência de a Galiza e Portugal levar a termo algum
      tipo de unificação política e, no mínimo, a plena unidade linguística.

      19) Xosé Manuel Sánchez Rei
      A língua do romanceiro transmontano e a sua proximidade com o galego:
      algumas questões sintácticas

      20) Xosé Ramón Freixeiro
      Algumas considerações a propósito do português na Galiza

      21) Zenóbia C M Cunha
      Dicionário da língua portuguesa arcaica - uma tentativa de resgatar o
      idioma galaico-português




      Tema 2: Tradução


      22) Adelaide Chichorro
      De como a língua alemã faz imenso bem à lusofonia, e vice-versa

      23) Anabela Mimoso
      A edição bilingue

      24) Barbara Terseglav
      Línguas minoritárias e a importância da tradução

      25) Isabelle Oliveira
      O lugar do tradutor no mundo hodierno

      26) Kelson Santos Araújo

      Jacqueline H. Araújo
      Os Cursos Superiores de Tradução no Brasil e uma Proposta para
      Introdução do Ensino dos Aplicativos Computadorizados de Auxílio à Tradução"

      27) Regina Célia P Da Silva
      O tradutor e o problema da multicultura








      VI: HORÁRIO DAS SESSÕES
      DIA 2 OUTUBRO 2006 (2ª Fª) TEMA 2. TRADUÇÃO

      08.30
      REGISTO DE PRESENÇAS INTRÓITO MUSICAL

      09.00 09:30
      CERIMÓNIA OFICIAL DE ABERTURA DOS TRABALHOS com a presença do
      Presidente da Câmara Municipal de Bragança (Engenheiro Jorge Nunes) e
      entidades convidadas


      Sessão 1

      09.30
      Orador 1 KELSON E JACQUELINE ARAÚJO

      10.00
      Orador 2 REGINA CÉLIA PEREIRA DA SILVA

      10.30
      Orador 3 ISABELLE OLIVEIRA

      11.00
      DEBATE 15 MINUTOS

      11.15
      PAUSA PARA CAFÉ


      Sessão 2

      11.45
      Orador 4 BARBARA TERSEGLAV

      12.15
      Orador 5 ANABELA MIMOSO

      12.45
      Orador 6 ADELAIDE CHICHORRO

      13.15
      DEBATE 15 MINUTOS

      13.30
      PAUSA PARA ALMOÇO

      15.30
      VIAGEM A MONTESINHO, CIDADELA, RIO DE ONOR E OUTROS LOCAIS

      20.00
      FIM DAS ACTIVIDADES LÚDICAS


      DIA 3 OUTUBRO 2006 (3ª Fª) TEMA 1. GALIZA

      08.30
      REGISTO DE PRESENÇAS INTRÓITO MUSICAL


      Sessão 3

      09.00
      Orador 7 LINO MOREIRA

      09.30
      Orador 8 RUDESINDO SOUTELO

      10.00
      Orador 9 JOSÉ LUÍS DO PICO

      10.30
      Orador 10 CARLOS FIGUEIRAS

      11.00
      DEBATE 15 MINUTOS

      11.15
      PAUSA PARA CAFÉ


      Sessão 4

      11.45
      Orador 11 ZENÓBIA C.M. CUNHA

      12.15
      Orador 12 ISAAC ALONSO ESTRAVIZ

      12.45
      Orador 13 ANTÓNIO BENTO

      13.15
      DEBATE 15 MINUTOS

      13.30
      PAUSA PARA ALMOÇO

      15.30
      VIAGEM A MONTESINHO, CIDADELA, RIO DE ONOR E OUTROS LOCAIS

      19.30
      FIM DAS ACTIVIDADES LÚDICAS


      DIA 4 OUTUBRO 2006 (4ª Fª) TEMA 1. GALIZA

      08.30
      REGISTO DE PRESENÇAS E INTRÓITO MUSICAL


      Sessão 5

      09.00
      Orador 14 LUÍS FONTENLA

      09.30
      Orador 15 TERESA CARRO (MDL)

      10.00
      Orador 16 HECTOR CANTO (PLATAFORMA)

      10.30
      Orador 17 GERARDO UZ (MINHO MEDIA)

      11.00
      DEBATE 15 MINUTOS

      11.15
      PAUSA PARA CAFÉ


      Sessão 6

      11.45
      Orador 18 XOSÉ MANUEL SÁNCHEZ REI

      12.00
      Orador 19 ANTÓNIO GIL HERNANDEZ

      12.30
      Orador 20 MARTINHO MONTERO

      13.00
      DEBATE 15 MINUTOS

      13.15
      PAUSA PARA ALMOÇO


      Sessão 7

      15.15
      Orador 21 MARISA MOREDA LEIRADO

      15.45
      Orador 22 ALEXANDRE BANHOS

      16.15
      Orador 23 ERNESTO VASQUEZ SOUSA

      16.45
      DEBATE 15 MINUTOS

      17.00
      PAUSA PARA CAFÉ


      Sessão 6

      17.15
      Orador 24 MARIA VILARINHO

      17.45
      Orador 25 XOSÉ RAMON FREIXEIRO MATO

      18.15
      Orador 26 XAVIER VILHAR TRILHO

      18.45
      DEBATE 15 MINUTOS

      19.00
      FINAL. Encerramento das sessões com a presença do Presidente da Câmara
      Municipal de Bragança, Engenheiro Jorge Nunes e entidades convidadas

      19.30
      FIM DAS ACTIVIDADES


      ORADOR SUPLENTE Ângelo Cristóvão



      5º Colóquio Anual da Lusofonia
      Câmara Municipal de Bragança 2-4 Outubro 2006
      Comissão Executiva, HELENA & CHRYS CHRYSTELLO
      Tel. + 351 296 446940
      Telemóvel: + 351 91 9287816 / (+351) 916755675
      E-fax (E-mail fax): + (00) 1 630 563 1902
      Correio electrónico: coloquioslusofonia@... ou
      lusofonia@...
      http://LUSOFONIA2006.com.sapo.pt








      [Non-text portions of this message have been removed]