Loading ...
Sorry, an error occurred while loading the content.
 

(Fwd) [PSL-Coordenacao] Quatro Gaúchos e 10.001 Destinos

Expand Messages
  • Charles Roberto Pilger
    ... To: psl-coordenacao@yahoogrupos.com.br, cpd-list@fates.tche.br From: Cesar Brod Date sent: Tue, 13 Aug
    Message 1 of 1 , Aug 14, 2002
      ------- Forwarded message follows -------
      To: psl-coordenacao@..., cpd-list@...
      From: Cesar Brod <cesar@...>
      Date sent: Tue, 13 Aug 2002 22:20:56 -0300
      Subject: [PSL-Coordenacao] Quatro Gaúchos e 10.001 Destinos
      Send reply to: PSL-Coordenacao@...

      Caminhando em direção ao Moscone Center, aqui em San Francisco, onde
      está acontecendo a LinuxWorld Conference and Expo, conversávamos eu, o
      Fábio, o Mazoni e o Mário sobre nossa participação no evento e a
      necessidade de mantermos um registro do que acontece aqui, dividindo um
      pouco do que estamos vivendo. O Mário veio com a idéia de parodiarmos o
      filme "Sete Homens e um Destino", e conversa vai, conversa vem,
      resolvemos também homenagear os Engenheiros do Hawaii e dar o nome aos
      nossos relatos de "Quatro Gaúchos e 10.001 Destinos". O Mário escreveu o
      primeiro e já publicou no site do Projeto Software Livre RS
      (http://www.softwarelivre.rs.gov.br). Talvez ele já tenha escrito
      outros, que eu ainda não li. Aqui vai o meu.

      Hoje participamos da apresentação do cronograma do Linux Around the
      World à imprensa. Logo de início, representantes de grupos de
      empresários e do governo chinês anunciaram seu suporte ao software
      livre. Eles têm um programa bastante interessante que visa a adoção de
      software livre pelo governo e de viabilização de empresas capazes de
      garantir o suporte à esta iniciativa. Em seguida o Maddog anunciou o
      nosso grupo. Ele lembrou-se do SAGU, e do fato de ter comido sagu em sua
      visita ao Rio Grande do Sul, e contou isto à platéia. Além dos gaúchos
      estão aqui o Roxo, da Conectiva, e o Prof. Dr. Sergio Campos, da UFMG.

      Peter Armstrong, da ONG Oneworld.Net falou sobre a estrutura que está
      sendo construída visando o suporte tecnológico à livre comunicação entre
      as pessoas e a implementação de bases de conhecimento livres, e
      mecanismos de busca desta informação. Junto à Oneworld.Net, à
      Universidade de Helsinki e ao Ministério de Ciência de Tecnologia da
      Finlândia estou participando de um trabalho de pesquisa sobre a
      utilização de software livre em países emergentes (coordeno a pesquisa
      nos países latino-americanos). Conversei com o Peter sobre os projetos
      Rau-Tu e Nou-Rau (olha aí Marcelo, Rubens, Júnior) e como eles podem
      ajudar na construção destas bases. Temos bastante conversa daqui pra frente.

      A exposição está muito interessante este ano em sua mistura de grandes e
      pequenos. O maior stand é o da HP. IBM e Sun marcam boa presença. Das
      distribuições, pude ver mais a participação da RedHat. Sei que a UNITED
      Linux está presente, mas não cheguei até lá ainda. Ao contrário dos
      últimos anos onde pipocaram novas distribuições, este ano a única nova é
      a ThizLinux, que tem o ThizOffice, baseado no OpenOffice - não descobri
      quem está colocando dinheiro na ThizLinux, mas eles dizem que vieram
      "sentir" o mercado americano antes de lançar seus produtos. Tem também a
      Microsoft. Sim! A Microsoft. Não resisti e disse a um dos expositores:
      "Vou perguntar o que todo mundo já deve ter perguntado: o que vocês
      estão fazendo aqui?". Ele respondeu: "Estamos aqui para conversar. A
      Microsoft já errou no passado ao não prestar atenção em tendências. Não
      vamos repetir o mesmo erro.". Hmm, boa resposta. Alguém lembra da
      Microsoft ignorando a Internet há alguns anos? Vi a implementação do
      Unix for Windows, e a compilação do fvwm, com o gcc no Windows. Aí fiz
      mais uma pergunta, para a qual eles também estavam bem treinados: "Vocês
      acabaram de demonstrar a efetiva utilização de produtos GPL no Unix for
      Windows, como a Microsoft vê a GPL?". A resposta: "Podemos compilar toda
      a base de software GPL no Windows, quanto a licença, a Microsoft acha
      que ela não faz sentido no que se refere a negócios, mas eu não estou
      aqui para falar sobre licenças.". E acabou a conversa.

      Depois desta, fui visitar o pavilhão .ORG. Vale a pena conhecer a Affero
      (www.affero.org) e ver como, de maneira bem simples, eles pretendem
      conseguir algum dinheiro para o desenvolvimento de software livre. Muito
      legal também o trabalho da OSEF (Open Source Education Foundation -
      www.osef.org), que busca oferecer produtos e serviços para escolas de
      ensino médio (K12) - vale a pena trazer este pessoal para o nosso
      próximo Fórum. Aliás, Chris di Bona (OSDN e Slashdot) e o pessoal do
      Samba já foram convidados a participar do nosso IV Fórum, que também
      terá Patrick Volkerding, para quem ainda não sabe.

      Lembram do Progeny? Pois é, o pessoal decidiu que o Progeny estava
      virando um fork do Debian e que não era isto que eles queriam. A Progeny
      é hoje uma empresa que presta serviços de desenvolvimento na plataforma
      Debian para várias empresas, mas especialmente para a HP. Vale a pena
      conhecer o toolkit deles em http://www.hp.com/go/linuxtools - funciona
      também no RedHat, mas não tão bem quanto em Debian - palavras do Jeff
      Licquia, que o Kov deve conhecer. E falando em HP, os caras deram um
      show com as novas linhas de impressoras rodando em Linux. É ver pra
      crer. Conheci os quatro desenvolvedores que trabalham no projeto HP
      printing.

      Abraços!

      Cesar

      ------- End of forwarded message -------
      --
      Charles Roberto Pilger (charles@...)
      Webmaster/Webdeveloper do servidor institucional da Unisinos
      Work: http://www.unisinos.br Personal:
      http://www.charles.pilger.inf.br
      "Se você acha a educaçao cara, tente a ignorância" - Derek Bok
    Your message has been successfully submitted and would be delivered to recipients shortly.